Segura, peão!

“Imagine você no cruzeiro É o Amor 2010 com Zezé Di Camargo & Luciano, conhecer Bruno e Marrone...”. Não, eu não me imagino num cruzeiro dessa natureza. Música sertaneja num navio é para ficar enjoado o tempo todo. Por isso estranhei o torpedo – que caiu como uma bomba no meu celular – enviado certamente por alguém que não faz ideia no meu gosto musical. Além de inconveniente, a mensagem ainda levou o restante de crédito que havia no aparelho, fato que me deixou destemperado. Na real: um cruzeiro desses eu pago em dólar para ficar de fora. Nada contra a música sertaneja. Mas sertanejo em alto mar é sinal dos tempos: o mar está virando Sertão, como bem disse o velho conselheiro Antônio. O meu medo é que esta moda – de viola – pegue. Já imaginou um rodeio em pleno transatlântico, com direito a locutor impostando voz e chamando a próxima atração em rima pobre?

Nasci no meio do mato
Entre boi, cavalo e bode
Minha mãe me disse um dia
Navio? Só vai quem pode.
Mas não me fiz de rogado
Arame que cerca gado
Não segura quem é dípode.

Pensou nisso? Melhor não. Vou apagar a mensagem do celular. Sem rodeio.

  1. gravatar

    # by Wanessa - 1:00 AM

    Olha só. E no final das contas, não é que tens futuro para umas rimazinhas sertanejas?? :D