Sonho

Ela – anjo caído
E eu – tal qual pobre demônio –
Arrastando as asas.

  1. gravatar

    # by Maria Moura. - 4:30 AM

    "sem perspectivas, percorreu milhas e milhas andando em círculo, o cavalo alado.
    esquecido de suas asas, trotou até cansar e se quedar exausto numa noite sem fim.
    lágrimas nos olhos, fitando o horizonte, chorou, então, a sua condição animal - que permitira sufocar a divina."

  2. gravatar

    # by Bárbara - 11:41 PM

    Endemoinhada fico sem tuas palavras - sublimes. Obrigada, Bárbara